segunda-feira, 12 de abril de 2010

Faça a sua lista amanhã! Ou faça acontecer... HOJE!

Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais...
Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar...
Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?
Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber?
Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?
Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?
             
                       (Oswaldo Montenegro)

Ouço essa música e imagino com que intuíto
ela foi criada.

Parece música para um final bem infeliz
de alguém que nem tentou...

Mas tem um sentido.
Para mim, pelo menos, ela significa:
ANDA! SE MEXE!
AINDA DÁ TEMPO!
DE REALIZAR,
DE VALORIZAR,
DE AMAR,
DE FAZER ACONTECER...

Acontece que,
as vezes,
me comporto feito uma garotinha assustada.
Que tem medo de se jogar na vida,
de enfrentar desafios
e coisas do tipo...

Não reajo bem a frustrações.

Mas por incrível que pareça,
sou impulsiva!
Faço muita coisa sem pensar.
Não que eu tenha algum arrependimento, 
pelo contrário.

Só acho que devo agir mais e pensar menos.
O máximo que vou ouvir é não.

Tenho que tentar ser feliz hoje!

Porquê
essa é a música que não quero ouvir 
daqui a dez anos...

Um comentário:

  1. Que música linda!
    Que reflexão fantástica!

    ResponderExcluir

O que você tem a dizer?